Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

omeuoutroblog

omeuoutroblog

07 - A Lição de piano

Era criança, quando o seu pai ganhou num jogo de cartas um piano velho. Eufórico exigiu a entrega do prémio que chegou dias depois quando a alegria do pai tinha começado a esmorecer, especialmente pelo confronto com a sua mãe que não estava de todo contente com a nova aquisição. Teve de entrar pela janela por não caber pela entrada estreita do prédio (felizmente moravam num rés-do-chão), e foi instalado na sala. Arranharam as teclas, detectando as desafinadas, colocaram-lhe naperons e retratos em cima, e foram-se esquecendo dele.
Um belo dia, era já ele adulto e tinham os pais ido de férias para a aldeia, calhou reparar com outros olhos no piano. Imaginou-se a tocar grandes músicas ea ser o centro das atenções em concertos e festas. Decidiu: ia aprender a tocar piano.
Foi até ao Conservatório para se inteirar dos procedimentos. Estavam também de férias, mas havia anúncios de aulas particulares e anotou alguns. Ligou para oprimeiro número que era de uma professora. Gostou da voz dela, soou-lhe musical,e marcaram uma aula na casa dela.
Conhecia a rua e chegou bem cedo. Gastou algum tempo no café da esquina até reunir toda a coragem necessária para vencer a sua timidez, e lá foi tocar-lhe à porta. Ela própria veio abrir e não correspondia bem à ideia que tinha feito. Em vez deuma jovem, era uma mulher de trinta anos, muito pintada, com cabelo azul,camisa laranja, saia vermelha e sandálias douradas, e lindíssima Apesar das mãos bonitas, com dedos finos, tinha umas unhas compridas, pintadas de castanho,que lhe lembraram garras.
Conduziu-o a um quarto pequeno onde apenas cabiam o piano, dois bancos e uma pequenaestante com livros e partituras musicais. Inquiriu-o sobre os seusconhecimentos que eram muito básicos – na iniciação musical apenas aprendera aler pautas e a tocar (mal) a flauta de bisel.
Resolveu a professora começar a aula tocando uma música simples, mas o que ouviu foramas suas unhas sobre as teclas como castanholas
Não queria melindrar a professora, nem desistir das aulas.
Pensou e percebeu o que tinha de fazer.
Teve de procurar em várias lojas até conseguir encontrar meias de nylon finíssimasque fez questão de oferecer-lhe e pedir-lhe que as usasse, antes da segunda aula.
No dia marcado, a professora aguardava-o com as suas roupas coloridas, as meias,sem malhas, e as unhas cortadas.
 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Favoritos

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub